Jericoacoara

Coleção “Mundo Jeri” faz sucesso na Casa Cor Ceará 2011

Um desfile mostrou o avanço do artesanato da Praia de Jericoacoara graças ao trabalho do Ministério do Turismo, executado pelo Sebrae Ceará com o apoio da Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara

Por Ana Lúcia Machado

As crocheteiras e costureiras da Praia de Jericoacoara assistiram na noite da última quinta-feira, 27/11, uma cena difícil de esquecer: peças das coleções que elas desenvolveram a partir do projeto “Destinos Referência em segmentos turísticos de sol e praia”, do Ministério do Turismo, executado pelo Sebrae Ceará com o apoio da Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara, apresentadas em desfile na maior mostra de decoração do Estado: a Casa Cor Ceará 2011.

Em meio a ambientes que misturavam sofisticação e modernidade, peças de artesanato e releituras de novas tendências, as modelos mostraram o resultado de meses de trabalho e que transformaram e deram nova identidade à produção artesanal da praia. Batizada de “Mundo Jeri”, a coleção trouxe para a Casa Cor peças diferenciadas, capazes de encantar e agregar valor ao artesanato de Jericoacoara.

Resultado da parceria do Sebrae Ceará e o Ministério do Turismo com o apoio da Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara, o desfile que teve como objetivo divulgar o trabalho de crocheteiras e costureiras da comunidade, desenvolvido em parceria com designers e consultores, e que integra o projeto “Destinos Referência em segmentos turísticos de sol e praia”, desenvolvido pelo Ministério do Turismo e executado pelo Sebrae/CE, que tem como premissa a participação efetiva dos representantes locais, fortalecendo as entidades públicas e privadas, o “trade” turístico e as organizações não governamentais, levando à formação de um grupo gestor que assumiu o papel de líder do processo, buscando, assim, garantir a continuidade das ações na área do turismo, na localidade de Jericoacoara, alcançando resultados mercadológicos e a sustentabilidade do destino.

O projeto “Destino referência no segmento de sol e praia” compreendeu na sua 2ª etapa, diversas ações, como: elaboração de plano de marketing de jericoacoara, realização de inventário turístico, apoio a comercialização do destino e fortalecimento da produção associada ao turismo. No caso específico desta última ação, criou-se as condições para que a comunidade resgatasse suas tradições e suas raízes culturais, aprimorando a técnica utilizada e descobrindo no associativismo, a possibilidade de crescimento coletivo sustentável, através do desenvolvimento da Coleção “Mundo Jeri”.

Essa é a segunda vez que a Praia de Jericoacoara é palco de uma iniciativa do gênero. A primeira ação desse tipo foi realizada em 2008 e resultou na criação da marca “Mundo Jeri- cultura, natureza e magia”. Desta segunda vez, um novo grupo de artesãs participou da experiência que continua com o mesmo foco: dar identidade à uma nova coleção de produtos confeccionados pelas artesãs da Praia.

A exemplo da primeira edição, a “Vivência Mundo Jeri” reuniu, durante uma semana, artesãos, consultores em designers de produto, estilistas e técnicos do Sebrae Ceará, num trabalho de imersão que, ao final, resultou nos novos produtos, com nova identidade visual e um catálogo para facilitar a comercialização das 30 peças desenvolvidas.

Realizado dentro de uma metodologia que mescla os saberes e fazeres dos artesãos locais e os conhecimentos técnicos dos consultores, de forma a gerar uma nova visão acerca da forma de fazer o artesanato e de comercializá-lo, a “Vivência” buscou garantir a tradição, adequando-a às tendências de mercado e agregando maior valor cultural e utilitário.

Destaca-se que a Associação das Crocheteiras Mundo Jeri recebeu em 2009, do Ministério do Turismo, o Troféu “Roteiros do Brasil” na categoria “Sustentabilidade sócio-cultural”, por conta desta experiência. Nesta segunda edição da “Vivência Mundo Jeri”, a coleção desenvolvida recebeu o nome de “Mar de emoções” por ter como tema elementos marinhos. A ação foi coordenada pelo Sebrae Ceará, tendo como parceiros o Ministério do Turismo, Secretaria do Turismo do Estado do Ceará e Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara.

HOMENAGENS E PREMIAÇÃO

O Sebrae Ceará aproveitou a noite do desfile da Coleção “Mundo Jeri” para homenagear artistas plásticos, artesãos e pequenas empresas cearenses que ajudaram a criar o espaço do Sebrae no evento: o loft cearense, com releituras ousadas de materiais e aplicações e que homenageou o jeito de ser de quem mora no Estado.

Foi realizada, também, na oportunidade, a entrega do Prêmio Casa Cor Ceará 2011, realizado em parceria com a Ceart e que tem o objetivo de valorizar empresas e profissionais das áreas de design e arquitetura. Nesta edição da premiação, vinte e sete profissionais, dentre os que executaram projetos para a Casa Cor Ceará 2011 se inscreveram-se para participar. Cada um teve a opção de concorrer com até três trabalhos, em caráter individual e em equipe, sendo que todos os projetos tiveram apenas um responsável técnico, considerado como autor principal.

Este ano, o prêmio casa cor ceará foi dividido em cinco categorias: “Ambiente com ênfase no design”, que contempla peças do mobiliário cearense; “Ambiente com ênfase no artesanato”, que premiou o melhor uso e valorização do artesanato cearense; “Ambiente com ênfase nas artes plásticas”n para a melhor utilização e valorização das obras de arte de origem cearense; “Ambiente verde” para o projeto com o foco na sustentabilidade e “melhor ambiente de uso público e comercial”.

Na categoria “Uso público e comercial”, o primeiro lugar ficou com Ronaldo Fiúza; o segundo com Kel Oliveira e Dayanne Santos e o terceiro lugar com Bruna Pontes e Marissa Prudente. Já na categoria “Ambientes com ênfase nas artes plásticas”, o primeiro lugar ficou com Carlos Otávio, o segundo com Omar de Albuquerque e o terceiro com Sergei de Castro. Na categoria “Ambiente com ênfase no design”, o primeiro lugar foi para Rosalinda Pinheiro, o segundo lugar ficou com Laura Rios e Liana Feingold e o terceiro lugar com Carlos Otávio.

Na categoria “Ambiente verde” os premiados foram Gisele Poggi, Ivana Parahyba e Dárcia Fernandes, em primeiro lugar; Fernanda Limaverde, José Nascimento e Sérgio Pires, em segundo lugar e Campelo Costa e Marcely Barreira em terceiro lugar. Na categoria “Ambiente com ênfase em artesanato” o primeiro lugar ficou com Clélia Leite Carvalho, Romeu Duarte, Francisco Aragão e Henrique Baima; o segundo lugar foi para Laura Rios e Liana Feingold e o terceiro ficou com Érico Monteiro. Recebeu, ainda, a mensão honrosa do Premio Casa Cor Ceará 2011 pela idealização da exposição “chita, chitinha e chitão”, Musa Lyra. O júri do Prêmio Caso Cor Ceará 2011 foi composto por Olga Krell, Luís Carlos Sabadia, Neandro Nascimento e Márcia Cavalcante.

Fonte: SEBRAE

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • del.icio.us
  • Orkut
  • MySpace
  • Digg
  • Google Bookmarks
  • RSS

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Ad
  • Marca Brasil
  • Marca Ceará
  • EMBRATUR
  • ABAV
  • Travel Authenticated