Jericoacoara

Desafio é manter ocupação hoteleira na baixa estação

Em visita ao Ceará, o ministro do Turismo, Gastão Vieira, diz que a continuidade em obras de infraestrutura e a expansão do setor turístico são necessárias para colocar o estado na rota turística mundial

Por Ingrid Baquit

Oscilando entre o segundo e terceiro destino mais procurado pelos brasileiros com o fluxo médio de 80 milhões de pessoas, o Ceará tem “ótima” ocupação na alta estação. O maior desafio é manter a estrutura hoteleira na baixa estação e, para isso, é preciso fortalecer o turismo de negócios, defendem especialistas.

Outra opção para colocar o Ceará na rota do turismo de negócios é fazer com que a Feira da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav), realizada anualmente no Rio de Janeiro, seja itinerante. E que o Centro de Eventos do Ceará seja inaugurado com a feira. “Tem que pensar grande mesmo”, defende o governador do Estado, Cid Gomes.

Outra expectativa é de que o sorteio dos grupos para a Copa do Mundo de 2014 seja realizado no Centro de Eventos do Ceará. A candidatura já está sendo pleiteada. As informações foram repassadas ontem pelo governador durante visita do ministro do turismo, Luiz Gastão ao Estado.

Visita

Ministro do Turismo, Gastão Vieira (centro) veio ao Ceará visitar obras de infraestrutura (DEIVYSON TEIXEIRA)

O ministro do Turismo, Gastão Vieira, visitou pela primeira vez desde sua posse, em setembro passado, as obras de construção do Centro de Eventos do Ceará. Juntamente com o governador Cid Gomes e o secretário do Turismo, Bismarck Maia. O ministro acompanhou as obras de duplicação da CE 040 e o aeroporto de Aracati.

Acessibilidade e continuidade em obras estruturais, preservar belezas naturais, incorporar nova classe média no turismo são as atividades necessárias para colocar o Brasil, especialmente o Ceará, na rota turística mundial.

Para Gastão, o turismo requer investimento em infraestrutura. É hora de aproveitar o bom Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro para investir no turismo e expandir os setores de atuação. “Estou muito satisfeito com isso”, disse o ministro ao dizer que o setor turístico está em pauta nas ações do Governo Federal.

Para o governador Cid Gomes, a boa conduta do ministro Gastão será base para seu mandato. Ele diz que o Brasil tem um grande potencial no turismo, ainda não explorado. São os eventos de grande porte que contribuirão para divulgar o nome do país. É preciso conseguir causar impacto positivo, especialmente em grandes eventos como a Copa do Mundo, para ter boa reputação internacionalmente.

Para um maior destaque da região Nordeste, Gastão aponta a Rota das Emoções, que traz a praia de Jericoacoara, o Delta do Parnaíba e os Lençóis Maranhenses. Para ele, o roteiro precisa de infraestrutura e que os demais estados (Maranhão e Piauí) estejam preparados para obras estruturantes. Além de estar preparado para sediar a Copa do Mundo, o ministro destaca a importância da continuidade. É preciso saber “receber o rescaldo da Copa” e investir em obras de acessibilidade.

Entenda a notícia

Continuidade em obras estruturais, projetos de acessibilidade, preservação de belezas naturais e incorporação a nova classe média no turismo são alternativas para colocar o Brasil na rota turística mundial.

Números

11 Por cento Da economia do Ceará é movimentada pelo setor de turismo. O estado é um dos mais importantes destinos turísticos do País

80 Milhões de pessoas é o fluxo médio de turistas brasileiros para o Ceará. O número faz do estado um dos destinos mais atrativos do País

Saiba Mais

Existem três tipos básicos de turismo: negócios, com foco no eixo Rio-São Paulo; sol e mar, com foco no Nordeste; e natureza, tendo Foz do Iguaçu como melhor representação.

Para incrementar os turismos de sol e mar e também o de negócios, o estado do Ceará está investindo em obras de infraestrutura em vários locais do Estado.

Os objetivos do Governo do Ceará são colocar o Ceará no roteiro de eventos nacionais e internacionais, ser roteiro para famílias e negócios e trazer turista que invista mais no estado (como turistas de outros países)

Há obras de duplicação da CE 040 (Iguape – Beberibe) e da CE 085 (até Paracuru) com investimento de U$ 250 milhões no litoral leste e de U$ 100 milhões no oeste.

Fonte: Jornal O Povo

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • del.icio.us
  • Orkut
  • MySpace
  • Digg
  • Google Bookmarks
  • RSS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Ad
  • Marca Brasil
  • Marca Ceará
  • EMBRATUR
  • ABAV
  • Travel Authenticated