Jericoacoara

Nove atletas nascidos no Ceará já passaram pela seleção brasileira

Se a história do futebol sagrou o Fortaleza como bi vice-campeão da Taça Brasil (1960 e 1968) e o Ceará já bateu na trave na polêmica decisão da Copa do Brasil de 1994, o histórico positivo nunca se refletiu em convocações para a seleção brasileira. Em 19 edições de Copa do Mundo ainda falta um representante “cabeça chata” no escrete canarinho.

Atacante Osvaldo foi o último cearense a defender a seleção

Atacante Osvaldo foi o último cearense a defender a seleção

Ao todo, foram nove jogadores cearenses na história da seleção, mas nenhum deles chegou a uma Copa do Mundo. Mesmo os convocados só foram chamados ao jogar em clubes pernambucanos, cariocas, paulistas ou europeus; nunca defendendo time de sua terra natal.

A trajetória dos cearenses começou com a tradição local da “fuleiragem”. Era 1959 e o Brasil de Pelé e companhia já havia sido vice-campeão do Campeonato Sul-Americano (Copa América) realizado na Argentina e vencida pelo time local. Para inaugurar o Estádio Modelo, em Gaiaquil (Equador), quatro seleções disputaram uma edição extra do campeonato – feito único na história do evento. Enquanto a Argentina optou por escalar jogadores de apenas três equipes, o Brasil fez a famigerada “seleção cacareco”, integrada pela seleção pernambucana de futebol.

À época, o meia-atacante Zé de Mello, natural de Juazeiro do Norte, e o lateral direito Geroldo, nascido em Pentecoste, defendiam o tricolor Santa Cruz (PE) e receberam as duas primeiras convocações da história cearense pelo técnico Gentil Barroso. Enquanto o atleta de defesa fez apenas uma partida, o atacante teve cinco atuações pela “cacareco”, marcando os três primeiros gols alencarinos.

Dois anos depois foi a vez de o primeiro atleta cearense convocado ao plantel principal. Mário Braga Gadelha, o Babá – ou “Anão Zezinho”, graças aos seus 1,54m de altura -, participou do torneio amistoso Oswaldo Cruz, ao lado de craques como Gilmar, Djalma Santos e Dida.

Babá era cria do Ceará, mas na época da sua convocação era jogador do Flamengo. Para Jônatas Domingos, o sétimo cearense nessa história (2006), a convocação nunca acontece para jogadores locais. “Acho que a visibilidade do futebol aqui não é tão boa quanto deveria. Tive esse privilégio porque estava em um grande clube”, disse o ex-atleta do Flamengo, recentemente desligado do elenco do Icasa.

Para Jônatas, a chance do atacante Osvaldo poderia ter vindo antes, quando ainda estava no Ceará, mas a visibilidade só veio quando o atleta se transferiu para o São Paulo. O atacante criado na base do Fortaleza foi convocado duas vezes por Felipão em 2013.

O sentimento até hoje para Jônatas é o de muitos antes e depois dele. “Jogar pela seleção é o sonho de todo jogador. Esteja na Europa ou no Brasil, é o que você quer”, resume, lamentando a falta de sequência com a amarelinha.

OUTROS NOMES
Além de Zé de Mello, Geroldo, Babá, Mirandinha, Jônatas e Osvaldo, os cearenses puderam vibrar com outros três conterrâneos. Em 1995, o zagueiro Adriano, então no Sport, foi convocado para dois amistosos pelo técnico Zagallo. O ‘velho lobo’ também foi responsável pela ida do centroavante Jardel, um dos maiores artilheiros do mundo na década de 1990, para alguns jogos do Brasil.

Quem completa a lista é o volante Dudu Cearense, atualmente no OFI Creta e convocado por Carlos Alberto Parreira entre 2003 e 2006.

Osvaldo
Atacante cearense, hoje no São Paulo, chegou a ser testado pelo técnico Luiz Felipe Scolari. Foi convocado das vezes em 2013, mas não se firmou no grupo que se prepara para a Copa. (André Bloc)

CEARENSES QUE JÁ DEFENDERAM A SELEÇÃO

Nenhum chegou a jogar pelo Brasil numa Copa do Mundo

ZÉ DE MELLO

Nascimento: Juazeiro do Norte (7/1/1934)
Meia-atacante
1º jogo: Brasil 3 x 2 Paraguai (5/12/1959) (fez o 3º gol)
Clube em que atuava: Santa Cruz (PE)

GEROLDO
Nascimento: Pentecoste (14/3/1933)
Lateral direito
1º jogo: Brasil 1 x 4 Argentina (22/12/1959)
Clube em que atuava: Santa Cruz (PE)

BABÁ
Nascimento: Caucaia (24/4/1934)
Atacante
1º jogo: Brasil 3 x 2 Paraguai (29/6/1961)
Clube em que atuava: Flamengo (RJ)

MIRANDINHA
Nascimento: Chaval (2/7/1959)
Atacante
1º jogo: Brasil 1 x 1 Inglaterra (19/5/1987) (autor do gol)
Clube em que atuava: Palmeiras (SP)

ADRIANO
Nascimento: Fortaleza (7/4/1973)
Zagueiro
1º jogo: Brasil 2 x 2 Romênia (27/9/1995)
Clube em que atuava: Sport (PE)

JARDEL
Nascimento: Fortaleza (18/9/1973)
Atacante
1º jogo: Brasil 2 x 2 Rússia (28/8/1996)
Clube em que atuava: Porto (Portugal)

JÔNATAS
Nascimento: Fortaleza (29/71982)
Volante
Convocado em 16/8/2006 para amistoso contra Noruega. Não entrou em campo.
Clube em que atuava: Flamengo (RJ)

DUDU CEARENSE
Nascimento: Fortaleza (15/4/1983)
Volante/Meia
1º jogo: Brasil 1 x 0 Chile (8/7/2004 – Copa América) – Foi convocado para a Copa das Confederações de 2003, mas não atuou.
Clube em que atuava: Vitória (BA)

OSVALDO
Nascimento: Fortaleza (11/4/1987)
Atacante
1º jogo: Brasil 4 x 0 Bolívia (2/4/2013) – Foi convocado em 13/3/2013, para amistosos contra Itália e Rússia, mas não atuou.
Clube em que atuava: São Paulo (SP)

Fonte: O Povo

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • del.icio.us
  • Orkut
  • MySpace
  • Digg
  • Google Bookmarks
  • RSS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Ad
  • Marca Brasil
  • Marca Ceará
  • EMBRATUR
  • ABAV
  • Travel Authenticated